Summer Loving

Semanas de moda vem e vão e o nosso amor eterno por algumas marcas (e seus respectivos designers) permanecem, é mais ou menos isso que eu penso depois da última maratona.
Acompanhei os desfiles de Nova York, mas devido a falta de tempo Londres, Milão e Paris ficaram meio esquecidas, ou não, meus designers favoritos e até os melhores reviews aleatórios eu dei uma olhadinha. Dentre esses assisti o streaming da Prada no meu horáriozinho de almoço e, como de costume, fiquei querendo muita coisa.
Miuccia Prada, a responsável pela Miu Miu e pela Prada, veio sambar na cara dos outros designers e criar estampas must-love (de novo) e sapatinhos que me fazem perder a noção do ridículo.
Como assim perder a noção do ridículo, Mariana? Você tá elogiando ou criticando?
Miuccia, como li num texto excelente dias atrás, é uma pessoa que cria coisas que, talvez fora de um contexto ou universo criativo, você não teria coragem de usar. Ou teria, mas não contaria pra ninguém (até porque se eu sair com uma saia de bananas meus amigos vão me chamar de Carmen Miranda até a minha décima geração seguinte).
Ela beira um excesso que faz você querer boa parte de sua coleção, ao mesmo tempo que vê se pulverizar por todos os lados, ou seja, um entendimento incrível pra quem quer ter uma marca de muito sucesso.

E essa última semana de moda não foi diferente, o feminino da Prada continuou as estampinhas fofas de carros velozes vistas no masculino, e trouxe mais, saltos literalmente turbinados, prints e aplicações flamejantes e bolsas estruturadas… A paleta de cores me remetia a uma coisa meio retrô, bem como shapes e plissês. Eu queria muita coisa…

Já em Paris, a Miu Miu, pra mim, ficou com cara de gente grande: cores mais sóbrias, patchworks (oh, eu não gostava e fiquei querendo de novo) e rendas coordenavam com cinturas super marcadas por saias acetinadas.

E se você não se encantou por essa coleção ainda, espere até sairem as respectivas campanhas ou você encontrar no fast-fashion mais próximo… Você provavelmente mudará de opinião.

Fotos: Reprodução

Anúncios

Milão Fashion Week S/S 2012 – Masculino | Parte 2

Dsquared2

Elegi a coleção da Dsquared como minha preferida da semana de Moda masculina de Milão. Para o verão 2012-2013 da Dsquared os estilistas gêmeos Dean e Dan percorreram o mundo e trouxeram na bagagem um mix de estilos e referências absolutamente divertidas e desejáveis.

A primavera-verão da Dsquared é extremamente eclética com peças mais sequinhas e outras mais volumosas, resultado das INFINITAS sobreposições contrastantes e repletas de cores vivas como laranja, vermelho, verde, rosa, azul e roxo.

Giorgio Armani

Antecipando o que seria apresentado na passarela, a coleção Primavera Verão 2012-2013 proposta por Giorgio Armani tem o título “Printwear”.

 Confirmando o título o ponto forte da coleção é a estamparia – nada óbvia –  de padronagens clássicas como xadrês e ziguezague com acabamento brilhante e ombré.

Gucci

Com referência na forma de se vestir dos garotos londrinos a estilista Frida Giannini criou uma das coleções mais elogiadas pela crítica fashion. Pegando “emprestado” o corte preciso da alfaiataria inglesa a estilista não caiu na mesmice e desenvolveu uma coleção de espírito jovem e casual com muita elegância e estilo. Um dos destaques da coleção foi o grande uso de diferentes padronagens xadrez em ternos e blazers sequinhos.

Missoni

Sob o comando da estilista Angela Missoni o verão 2012-2013 da grife tem espírito relax e extremamente confortável com muitos tricôs, bermudas, shorts e malhas.

Em sintonia com o mood relax as cores que dominam a coleção são neutras e sóbrias, com tons terrosos que variam do laranja ao marrom, destacando-se o azul, o vermelho e o coral.

Prada

Utilizando a temática do Golf como referência Miuccia Prada criou uma coleção extremamente “fresca” e bem humorada.

Com absoluta atenção aos detalhes esta coleção vem cheia de estampas com lindos florais e ilustrações de surfistas nos remetendo a um espírito infantil, tudo muito sutil e agradável. Além das estampas, que eu AMEI, me chamou atenção o mix de acessórios com aplicações de spikes e as cores em tons candys como o Azul, Amarelo, Rosa, Salmão e verde.

“Chiquita Bacana”

A nova coleção da Prada está repleta de cores, listras, macacos e bananas, sim você não leu errado, vários looks da coleção Spring/Summer 2011 da Prada tem como estampa bananas e macacos. O motivo dessas estampas tão… “tropicais” é que Madame Miuccia Prada se inspirou em Josephine Baker – célebre cantora e dançarina norte-americana radicada na França nos anos trinta – que ficou famosa com suas apresentações de dança, dentre elas a que mais fez sucesso era uma em que Josephine vestia uma saia feita de bananas. Abaixo estão as fotos de alguns momentos do desfile e imagens da nova campanha com as modelos Kingha Rajzak, Maria Carla Boscono, Tati Cotliar, Zuzanna Bijoch e Arizona Muse clicadas por Steven Meisel:

Em forma de banana este é o “brinco-desejo” do momento com assinatura de Miuccia Prada.  Ana Dello Russo já foi vista por aí desfilando com seu par de bananas na orelha.

Imagens de Josephine Baker: Inspiração de Miuccia Prada para a coleção.

Assista o vídeo do desfile:

Fotos: Reprodução

Punks love Prada!

A edição de novembro da revista Glamour Holandesa traz um belíssimo e criativo editorial entitulado “Punks love Prada” exibindo o nítido contraste entre os looks chics e glamourosos da Prada com o inconfundível estilo contestador e cheio de atitude dos punks.

Imagens: Reprodução

BLUE IS THE NEW BLACK! (Parte 2)

Foto: Jacques Dequeker

Prada S/S 2011

Melissa Hoop

Alessandra Ambrósio fotografada por David Burton para ELLE Magazine.

Calvin Klein S/S 2011

Look Dion Lee

Melissa Marine + Espaço Fashion

Osklen Verão 2010

Fotografia: Felix Larher

Melissa Amazonas

Alessandra Ambrósio fotografada por David Burton para ELLE Magazine.

Imagens:Reprodução