Moda, tendência e individualização

Hoje é terça e eu sei que alguns de vocês esperavam um Top 5 hoje, ele sai na quinta sem falta e bem especial.

Mas agora eu queria falar de um assunto até meio batido, mas que voltou a me incomodar uns dias atrás, especialmente ontem, depois de um comentário aqui na sala de trabalho e de ler um texto em um blog xis.
A gente sabe que a cada coleção é muita informação nova, que a cada F5 num blog ou num site é uma trend nova, que entre um milhão de coisas novas que a gente assimila todo dia, algumas delas vão acabar fazendo parte da nossa personalidade. E é a partir disso que vem minha pergunta: Quão importante é a questão do ‘individuo’ na moda?
Explicando por cima, alguns dias atrás eu li em algum blog sobre look do dia, falando mais ou menos assim “esse look é totalmente minha cara”, e comparando com as coisas que a pessoa em questão usava era meio distoante sabe?
Acho legal você mesclar estilos, mas existem detalhes que sutilmente imprimem a personalidade daquele que está usando uma peça de roupa.
Você pode querer usar o mesmo vestido que a Olivia Palermo usou porque ficou lindo nela (ok, o que não fica? né?), mas você pode usá-lo do seu jeito. Um comparativo pra vocês entenderem o que eu digo é essa foto:

Blair Waldorf (personagem ficticio) e Olivia Palermo (pessoa de verdade) usando o mesmo vestido da Benoni. Olha como a Olivia imprimiu a personalidade dela, pro evento em questão, no vestido.
O que me incomoda é quando voce vê um exército de pessoas vestidas iguais, mudando apenas as peças: quantos looks do dia de color blocking ou saia longa você já contou hoje em diferentes blogs sobre o assunto? E desses, quantos deles tinham algum detalhe que mostravam a personalidade da pessoa em questão?
A gente precisa lembrar sempre no ato de vestir, que a roupa/imagem é um dos primeiros meios de comunicação. Sim, antes mesmo de uma conversa você já foi analisado pelo que está vestindo e a pessoa pode ter formado uma opinião a respeito de você (não que ela seja imutável, mas primeira impressão é importante).
Então, ao ter tanta informação pra passar logo de cara pro mundo, o quanto você se importa em ser um individuo e expor sua personalidade? Ou você prefere entrar pro exército uniformizado das chamadas tendências?

365 dias com o mesmo vestido e muita personalidade.

Fotos: Reprodução

Anúncios
Esse post foi publicado em Estilos, Fashion e marcado , , , , , , , por mari.. Guardar link permanente.

Sobre mari.

mari tem vinte e três anos, não gosta de letras maiúsculas, estudou moda e trabalha com criação e desenvolvimento de produtos desde os dezenove. é consumista, coleciona sapatos e é apaixonada por design e bolsas clássicas. quando crescer quer ser ao menos metade do que audrey hepburn foi. é movida por música, sua vida é dirigida por woody allen e tim burton - nos momentos bizarros. lê mais livros que a média das pessoas, porém menos do que gostaria. tem mais sapatos do que consegue usar e ainda assim são poucos. sua ambição até o fim do ano é virar uma centopeia, literalmente, sem estourar no cartão de crédito. disponível em (quase) todas as mídias sociais, e no mah.rosalen at gmail dot com.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s